sábado, 18 de outubro de 2014

Patrulhamento ideológico

O Patrulhamento Ideológico decorre do intolerante que diante de pensamento contrária ao seu, busca intimidar a outra parte por meio de crítica e desqualificação pessoal.
Os autores desta prática possuem um vocabulário padronizado: “reacionário”, “direita”, “autoritário”, “banqueiros internacionais”, “Rede Globo”, “Revista Veja”, “fim disto ou daquilo”, “Cuidado”, “Você está mal informado”, etc, etc, etc.
O Patrulhamento Ideológico é uma espécie de terrorismo intelectual, moral, antidemocrático, implacável e inescrupuloso, onde os alienados que o praticam estão convencidos de que estão cumprindo um dever "ético” , “cívico” e “revolucionário”.
O rancor desta gente é carregado e sadismo político, preconceito e intolerância, característico daqueles que querem implantar um Estado Totalitário. Os exemplos estão próximos por toda parte na América do Sul. Não é preciso citar o que ocorre na Coréia do Norte, Egito, Afeganistão, Argélia, Cuba, ..., onde os países passam a ser ‘Grandes Prisões sem Grades”.
No Brasil, a campanha política da candidata do PT, usa o lema: “Governo Novo, Novas Ideias”. Essa gente está subestimando a inteligência de um povo, na medida em que este partido está no Governo há 12 anos. E, Ideias novas vindo de “Lula” e “Dilma”, que defendem há mais de 50 anos, a implantação de um regime totalitário comunista no Brasil aos moldes de Cuba, chega a ecoar como uma piada.

Parece que daqui a 8 (oito) dias, iremos ter a grande resposta sobre o destino de uma nação, que seguirá o caminho da democracia ou da ditadura onde mais do que nunca iremos ver a patrulha ideológica em ação.

Nenhum comentário: