quarta-feira, 18 de outubro de 2017

No Brasil as Taxas de Juros são definidas pelos Bancos

Para reflexão e irritação.....

Enquanto que nos países desenvolvidos as taxas de juros são instrumentos de políticas públicas, aqui no Brasil as taxas de Juros buscam apenas manter a lucratividade do setor bancário. A justificativa é que esta media serve como instrumento de controle da inflação.

Não precisa ser um PHD em matemática para entender que as equações de projeção das taxas de juros, visam  manter as taxas de juros atuais num intervalo de de variação de 7 a 14% ao ano, de modo a impedir que o Brasil nunca possa Praticar as taxas de Juros dos países desenvolvidas.


No gráfico a seguir é possível identificar que na União Européia e no Chile, as Taxas de Juros são negativas, e nos demais países em análise, as taxas de juros praticadas no decorrer do ano não chegam a 2% . Ou seja, o Governo destes países utilizam o capital para fomento da atividade econômica em benefício da população, diferente do que ocorre no Brasil, onde a atual postura do Governo repete de forma história, o benefício para  meia dúzia de Bancos, em detrimento a toda população.


segunda-feira, 25 de setembro de 2017

O Grande Assalto legalizado no Brasil



Que país é esse? De 2010 a 2017 foram programados no Orçamento da União, como estimativa de receita, valores relacionados ao refinanciamento da dívida no montante de R$ 5.930.998.049.512,00, ou seja, quase R$ 6 trilhões de reais.

E a loucura continua...

Foram programados nestes mesmos orçamentos, na esfera da despesa fixada, os valores de R$ 7.534.623.971.629,00, refente a parcela de amortização da dívida, e mais R$ 1.631.630.688.311,00 com pagamento de juros e encargos da dívida, totalizando no período o valor de R$ 9.166.254.659.940,00. Não estão lendo errado ... são R$ 9 trilhões de reais destinados ao pagamento da dívida pública.

Então... estamos diante de um uma grande falácia abrigada sobre o princípio da legalidade.

E,  fica  identificado  que o Brasil possui um único problema, que se chama Dívida Pública.  Também é possível compreender que o grande assalto aos cofres públicos ocorre paralelo as denúncias de corrupção, através de um processo com aparência de legalidade, onde Taxas de Juros impagáveis são fixadas para o Poder Público e para a População brasileira, criando uma espiral crescente de endividamento, que exige cada vez mais recursos públicos para alimentar essa pirâmide lucrativa de poucos.

Diante deste cenário, a bola da vez para financiar este esquema criminoso, são os recursos da previdência.

Agora fica o desafio... quem é o Chefe por trás destes chefes já denunciados?




quarta-feira, 30 de agosto de 2017

SPONGE: Para bom entendedor, meia palavra basta


www.sponge.eco.br

SPONGE: O barato sai caro.


www.sponge.eco.br

SPONGE: É dando que se recebe


www.sponge.eco.br

SPONGE: Diz-me com quem andas e eu te direi quem és

www.sponge.eco.br

SPONGE: De grão em grão, a galinha enche o papo

www.sponge.eco.br

SPONGE: Caiu na rede, é peixe

www.sponge.eco.br

SPONGE: As aparências enganam

www.sponge.eco.br

O que não é medido não é gerenciado